• 25
    nov

    Cuidados com animais de diferentes espécies, em uma mesma casa

    http://animallemundopet.com.br/cuidados-com-animais-de-diferentes-especies-em-uma-mesma-casa/
    by

    Apego aos animais de estimação cresce a cada dia, reunindo sobre o mesmo teto bichos de diferentes espécies.

    Acostumados com a casa só para eles, os animais domésticos que sempre fizeram companhia para os humanos estão tendo de dividir o espaço e o carinho entre si. Com 11 cachorros, oito gatos, um carneiro e diversos pássaros, a artista plástica Christiane Bonidi diz nunca ter tido problemas, mesmo com a maioria dos bichos convivendo junta. “Em casa, os gatos vivem com os cachorros normalmente. O carneiro tem um espaço só para ele, mas também convive com alguns caninos”, diz Christiane. Com uma casa grande, um quintal adequado e muita dedicação, Christiane conta como consegue manter a ordem. “O espaço é fundamental para cultivar a harmonia entre eles. Quanto menor o ambiente, mais estresse e animosidade vai causar”. Além do ambiente apropriado, atenção e demonstração de carinho com os pets devem ser iguais para todos. “Isso é o que vale para eles, não importa se passamos dez minutos ou duas horas em sua companhia”. Para Carla Alice Berl, diretora do Hospital Veterinário Pet Care, ações de afeto fazem a diferença. “O comportamento da família influi muito no ambiente em que vivem”. Para não estourar o orçamento, o banho dos pets da artista plástica, assim como outros pequenos cuidados, é realizado em casa. “Os gastos são grandes, mas a alegria que eles transmitem não tem preço”, diz Christiane.

    Atenção com os vermes

    A união das diversas espécies em um mesmo local pode acarretar em problemas. Vermes, verminosas, parasitas, pulga, sarna e carrapato podem ser transmitidos entre espécies diferentes. Para Carla Berl, a higiene, o controle de vacinas e a periodicidade de exames e ida ao veterinário são as principais formas de prevenção. “Os animais de estimação precisam sempre de cuidados especiais”. Em casos como este, de variedade de espécies e de grande quantidade, tudo deve ser feito com mais rigidez. “Há muitos problemas de transmissão generalizada. É comum cães e principalmente gatos circularem durante o dia pela rua, voltar com problemas para casa e espalhar uma doença para os outros. Daí a importância de manter os cuidados diários”, completa a veterinária.

    Fonte: Revista Meu Pet

Comments