• 04
    jul

    Cuidados básicos na criação de papagaios garantem saúde e vida longa

    http://animallemundopet.com.br/cuidados-basicos-na-criacao-de-papagaios-garantem-saude-e-vida-longa/
    by
    posted in Aves

    Depois que a criação doméstica de papagaios foi autorizada pelo Ibama, muitas pessoas resolveram adotar a ave como bichinho de estimação. Para tê-los com segurança em casa, tanto o criador comercial quanto o animal devem possuir registro oficial, e o dono exigir que a nota fiscal da compra seja emitida. 

    As espécies mais procuradas são o papagaio-verdadeiro e o papagaio-do-mangue, que podem viver até 40 anos. Os pets são animais carentes e necessitam de companhia e atenção. Portanto, pense muito bem antes de comprá-los.

    Para acomodar os animais com conforto, procure instalá-los em ambientes que oferecem sol e sombra, com bebedouro e comedouro de barro ou de alumínio. Ao comprar uma gaiola, certifique-se que ela seja grande o suficiente para que ele possa abrir as asas, e forre-a com papel ou maravalha, que deve ser trocado todos os dias. Evite o uso de jornais. Eles podem causar câncer e intoxicações devido à tinta com chumbo. Limpe o local alternando os dias.

    O poleiro é muito importante. Procure pelos modelos de madeira, pois os de plástico não são tão firmes, fazendo com que as patas escorreguem, o que pode gerar uma artrite na ave.

    Brinquedos de madeira ou de sisal também podem ser adquiridos. Porém, evite os panos e as cordas. Você pode deixá-lo solto, mas deve cortar suas asas para prevenir lesões. Se tiver crianças em casa peça que elas sempre lavem as mãos depois de brincar com o papagaio para evitar doenças.

    Alimentação

    Além das inúmeras rações balanceadas à venda em pet shops e lojas do ramo, você pode oferecer frutas, legumes e verduras. Evite o abacate, a beterraba e sementes oleaginosas, especialmente as de girassol que causam intoxicações e outros males.

    Saúde

    Lembre-se de levá-lo uma vez por ano a um veterinário para uma avaliação clínica. Os problemas mais comuns encontrados são: pneumonia, sinusite, distúrbios de fígado, conjuntivite e carência nutricional.

    Adestramento

    Quanto mais jovem um papagaio for, melhor será o seu adestramento. No entanto, evite gritar e de nenhuma maneira agrida-o ou force o animal a fazer qualquer coisa. Pequenos alimentos são ótimas formas de recompensa quando ele fizer algo certo. Os papagaios que mostrarem um comportamento agressivo ou desobediente podem receber uma pequena borrifada de água como corretivo.

    Por que os papagaios falam?

    Por viverem em diversos grupos na natureza, esse tipo de ave acaba se reconhecendo por meio de sons. Consequentemente, também acabaram desenvolvendo uma habilidade de imitação de ruídos. No lugar das cordas vocais, possuem duas cartilagens, chamadas de seringes.

    Quanto antes o papagaio for treinado, mais rápido ele começará a falar. Por isso, pronuncie palavras fáceis e seja paciente com relação ao processo de aprendizagem. Os machos costumam ser mais propícios a falar que as fêmeas.

    Fonte: Pet Mag

Comments